São Lourenço da Serra decreta calamidade pública por causa da greve de caminhoneiros

Prefeitura de São Lourenço da Serra decretou nesta quinta-feira (24) estado de calamidade pública devido à greve dos caminhoneiros. Com isso, as aulas nas escolas municipais estão suspensas a partir desta tarde. Serão mantidos apenas os serviços de urgência, como o atendimento no pronto-socorro municipal, segundo informa o decreto da prefeitura.

Engarrafamento durante manifestação nesta quarta-feira (24) na Régis Bittencourt, principal via de acesso a São Lourenço da Serra (Foto: TV Globo/Reprodução)

O município tem os principais acessos pela Rodovia Régis Bittencourt, uma das estradas de São Paulo mais afetadas pela paralisação. De acordo om Edgar Hualker Dias, procurador-geral de São Lourenço da Serra, não há mais combustível nos dois únicos postos que existem na cidade e não há previsão para o restabelecimento.

O documento que decreta o estado de calamidade de São Lourenço da Serra foi assinado pelo prefeito Ary Antonio Despeezio Cintra (SD). Além da suspensão das aulas nas escolas municipais, os profissionais do município poderão compensar “a hora ausente a fim de evitar prejuízo pecuniário”.

O procurador do município informou, ainda, que o decreto municipal permite que a prefeitura compre combustível em caso de emergência, sem nenhuma licitação prévia, dos postos da própria cidade ou de qualquer outra cidade vizinha. Em relação aos ônibus municipais, o procurador ressalta que as linhas não estão paralisadas por enquanto, mas a companhia responsável pelo transporte já foi alertada sobre a falta de combustível.

A mobilização nacional dos caminhoneiros está no quarto dia consecutivo. A categoria reivindica diminuição no preço do diesel. Por causa da paralisação, diversos estados começaram a enfrentar problemas de abastecimento de produtos como combustíveis e alimentos.

Fonte G1

jornalopardal

Jornal O Pardal, distribuído gratuitamente nas cidades de Juquitiba e São Lourenço da Serra, formato Germânico impresso à 4 cores. Com uma diagramação moderna e comunicativa as matérias são sempre de agrado do público. Leia você, também, o Jornal O Pardal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *