Moradores de Juquitiba reclamam da água suja fornecida pela SABESP

Vários moradores estão publicando nas redes socias fotos da água suja que está saindo de suas torneiras.

A agua fornecida pela SABESP esta vindo com uma cor amarela escura e com muita sujeira, impossível de ser consumida, imprópria para o banho e não serve para lavar roupas, este problema já ocorre a anos.

Ana paula Novais moradora de Juquitiba no Bairro do Barnabés na Rua Maria Ignacio de Jesus, 315, também, postou no facebook e nos enviou mais fotos:

Pesquisamos sobre o assunto na Internet e descobrimos uma solução que a cidade de Taubaté encontrou para o mesmo problema, leia a matéria publicada pelo G1 em 30 de maio de 2017:

Sabesp terá multa de R$ 29 mil em caso de água amarelada em Taubaté
A lei foi aprovada depois de uma série de reclamações dos moradores.

Câmara de Taubaté aprovou por unanimidade em 29 de maio de 2017 uma lei que prevê multa de R$ 29,4 mil, por dia, para a Sabesp em caso de distribuição de água amarelada. A lei foi aprovada depois de uma série de reclamações dos moradores de distribuição de água de cor escura.

Ela proíbe ‘o fornecimento de água suja pela concessionária’ e prevê multa, no caso de descumprimento, de 160 Unidades Fiscal do Município de Taubaté (UFMT), cujo valor unitário é de R$ 183,82.

Na justificativa do projeto, o vereador Jesse Silva (SD), autor da lei, afirma que a água deve estar “livre de substâncias e organismos que possam trazer doenças, além de não possuir cor, gosto ou cheiro”, disse.

A lei foi criada após reclamações de moradores. Entre 2016 e 2017, foram registrados ao menos três ‘picos’ de fornecimento da água amarelada. A comunidade reclama que não pode usar a água para cozinhar e que ela mancha roupas, no caso do uso na máquina de lavar.

No final de abril, a Sabesp foi acionada pela Câmara e em audiência pública informou que o problema era a rede de tubulação, que é antiga e feita de ferro fundido. Esse modelo de tubulação está em cerca de 50 quilômetros, que representam 5,5% da rede total de Taubaté, que tem 900 quilômetros.

A prefeitura informou que acompanha os serviços prestados pela Sabesp. Sobre a qualidade da água, informou que já notificou a empresa.

Esperamos que os vereadores de Juquitiba fiquem incentivados a criar uma lei idêntica, também,  para Juquitiba.

 

jornalopardal

Jornal O Pardal, distribuído gratuitamente nas cidades de Juquitiba e São Lourenço da Serra, formato Germânico impresso à 4 cores. Com uma diagramação moderna e comunicativa as matérias são sempre de agrado do público. Leia você, também, o Jornal O Pardal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *